Skip to content

Comece a usar o github para não se arrepender depois

Olá, você dentro da sua carreira de programador, mesmo sendo só academica, já deve ter feitos diversos programas não? Você acha que se tivesse todos os programas feitos poderiam te ajudar? Então continue lendo que vou mostrar por que o git é uma ferramenta essencial para você.

O dilema dos fontes

Se você não sabe, quando estava na faculdade, eu perdi a vontade de seguir a carreira de programador, por conta disso eu ignorava tudo que fazia nas matérias de programação sendo que perdi todos os fontes.

Qual o problema disso? Um belo dia ano passado, precisei em duas ocasiões verificar um serviço usando a tecnologia WCF do .NET, que por acaso fiz alguns projetos na faculdade, porém não lembrava como funcionava aquele tipo de serviço e se tivesse esses projetos para usar como guia teria poupado um grande tempo o que automaticamente geraria uma economia para empresa também.

Com esse exemplo, quero mostrar que mais cedo ou mais tarde você pode cair numa situação parecida com essa e não ter um programa ou código que você já fez e te ajudaria muito naquela situação.

Por que devo guardar meus fontes?

Como expliquei no tópico acima, muitas vezes aquele programinha tosco feito na faculdade pode servir de base para um sistema que você esteja desenvolvendo.

Também tem aquele projeto que você tira da gaveta começa a trabalhar nele e depois deixa anos de molho, se ele estiver guardado você pode retomar de onde parou, pode revisitar pontos e também em alguns casos, pode ter pessoas acessando esse código e propondo melhorias.

Por conta disso ter um local para conseguir ter o seu código fonte, tendo até a possibilidade de ver versões anteriores pode ser uma ferramenta eficaz no seu trabalho do dia-a-dia.

Por que usar o github?

Por conta disso, quando você for guardar os seus fontes você pode encontrar várias ferramentas pagas e gratuitas para conseguir guardar os seus fontes, uma bastante popular é o GitHub, ele é uma ferramenta baseada em Git e possui um plano gratuito para projetos públicos e uma versão paga para caso você queira deixar os seus fontes guardados de forma privada.

O GitHub é possível criar “trilhas” do seu fonte, chamados de branch, que são bastante úteis para ter uma versão de produção e outras versões de testes e homologações para o caso de ter várias pessoas trabalhando nesse fonte.

Falando em versões o GitHub possui um sistema de versionamento fantástico, com ele você pode fazer pequenas alterações e versionar através de “commits” onde você pode colocar um comentário do que foi feita naquela alteração. Assim fica fácil voltar para um determinada versão do seu código por exemplo.

O GitHub é uma ferramenta que possui uma grande comunidade em volta, além de ter muitos desenvolvedores lá, então eventualmente você pode colaborar em sistemas de outros desenvolvedores e também ter pessoas colaborando em seus códigos.

GitHub como ferramenta de ensino

Como disse anteriormente, o GitHub tem uma grande comunidade, sendo que muitos projetos grandes opensource estão hospedados na plataforma. Por conta disso ele é uma ótima forma de aprender, pois você pode ir em qualquer repositório publico, onde fica o fonte de um determinado programa.

Olhar a aba Issues e tentar fazer a correção, normalmente quando você enviar sua correção, você tera feedbacks dos responsáveis por aquele sistema, dando muitas vezes conselhos sobre sua forma de codificar.

Devo fazer em breve um artigo sobre bons projetos para começar a colaborar, porém já deixo um projeto bem bacana que você pode ajudar. O projeto se chama Serenata de Amor e o objetivo dele é analisar os pedidos de reembolsos dos nossos deputados e verificar se há algo estranho, você pode acessar o projeto clicando aqui.

GitHub e oportunidades de trabalho

Uma vantagem do GitHub também é que com ele é possível que empresas vejam o que você já fez, muitas empresas avaliam o seu perfil do GitHub para ver quais tecnologias você já usou. Também em casos que a empresa aplica um teste, muitas vezes ela pede para você deixar versionado no GitHub.

Onde aprender o GitHub?

Agora que você já viu algumas vantagens do GitHub, você pode se perguntar, como posso aprender isso?
Por conta disso deixo abaixo algumas opções de cursos gratuitos de como usar o GitHub.

Git e GitHub – Udacity:
Esse é um curso muito bom, porém em inglês. Ele mostra o básico que você precisa saber para usar o Git e o GitHub. O curso é ministrado na Udacity que é uma ótima plataforma de ensino.

GitHub Willian Justen:
Esse é um curso em português, também apresenta o básico para se virar com Git e GitHub, gosto da didática do Willian e recomendo muito.

Curso básico de Git:
Acredito que precisava colocar um curso do Youtube, pois há algumas pessoas que não gostam de se cadastrar em plataformas de ensino como o Udemy e Udacity. É um curso bem simples mas, ajuda a começar os primeiros passos e a qualidade do curso é muito boa.

Guia Roger Dudler:
Um guia bem simples e direto ao ponto, onde você vai ver os conceitos básicos para trabalhar com o Git e GitHub.

Conclusão

O GitHub e respectivamente o Git são ferramentas ao meu ver, essenciais para qualquer desenvolvedor seja quem está começando ou quem já tem muito tempo de casa.
Aprendi da pior forma possível que ter todos os seus fontes versionados são uma ótima forma de ajudar a resolver problemas e também mostrar o que você sabe.

Se você gostou do artigo não deixe de comentar abaixo e compartilhar sua experiência, seja por não usar ou por usar o GitHub.

Published inferramentas